Erva mate para chimarrão

erva mate para chimarrão

Já falamos diversas vezes sobre a erva mate de tereré e seus benefícios e no post de hoje vamos falar sobre a erva mate para chimarrão, outra especialidade aqui da Campanário. Confira!

Diferença entre erva mate de chimarrão e de tereré

 

Tanto o chimarrão quanto o tereré são feitos de erva mate, porém são consumidas de forma diferente. Enquanto o chimarrão é consumido com água quente, o tereré é feito com água fria, na maioria das vezes gelada. Além disso, pode ser colocado limão, hortelã e capim-limão.

 

Já o chimarrão costuma ser feito apenas de erva-mate, porém, tem quem goste de acrescentar algumas ervas como: boldo, camomila, capim-limão, hortelã, funcho, guaco, etc.

 

Além do preparo, outra diferença da erva mate para chimarrão está na sua confecção. O mate do tereré é mais grosso, diferente do chimarrão, que é uma erva moída, resultando em uma mistura fininha. Então é importante observar a embalagem no momento da compra.

 

Tipos de erva mate para chimarrão

 

Existem diversos tipos de erva mate que podem ser utilizadas no chimarrão que alteram um pouco o seu sabor mas sempre resultam naquele gosto amargo característico da bebida.

 

A seguir temos alguns tipos da erva:

 

Nativa

A erva mate nativa é feita com a planta Ilex paraguarienses colhida em seu habitat natural. O resultado é uma erva suave, não muito amarga e muito utilizada para fazer chimarrão.

 

Tradicional

A erva mate tradicional também é feita pela planta Ilex paraguarienses, porém ela é cultivada ao invés de ser colhida no habitat natural. Ela é utilizada tanto para chimarrão quanto para tereré, feita moendo-se uma mistura com 70% de folhas e 30% de caule e possui um sabor amargo intermediário.

 

Moída grossa

Essa denominação refere-se ao tipo de moagem a que a erva é submetida após a desidratação e secagem. O processo faz com que pedaços das folhas fiquem menos processados, mantendo maior amargor.

 

Pura folha

Como o próprio nome diz, o processo de moagem é feito exclusivamente com as folhas da planta, deixando o sabor mais amargo entre os tipos de ervas que citamos. Geralmente ela é consumida em cuias de formato coco, pois a quantidade de erva nesses recipientes é menor.

Comentários

comentários